Mayra Cardi recorre a fisioterapeuta de Anderson Silva para voltar a malhar

Eliane SantosDo EGO, no Rio

Mayra Cardi (Foto: Reprodução/Instagram)Mayra Cardi: recuperada

Uma cirurgia delicada de hérnia de disco, uma recuperação que incluiu 40 dias de cama, seis meses de fisioterapia e limitações na hora de se exercitar. Esse seria o script previsto para Mayra Cardi depois que ela operou a coluna. Seria porque ela recorreu ao fisioterapeuta Cesar Augusto Demeski, o Guto Orelha – o mesmo que cuidou de Anderson Silva quando ele fraturou a perna – , para apressar esse processo.

“Meu médico me deu seis meses para poder voltar para a academia. Mas sou amiga da esposa do Anderson Silva, e ela me apresentou o Guto Demeski. Comecei a treinar com ele há uma semana, e já estou conseguindo a me exercitar. Só consegui fazer isso com 40 dias de pós-operada porque estou fazendo um terinamento de atleta. Acho que se ele deu jeito no Anderson Silva, não sou eu que ele não vai dar jeito (risos)”, contou ela que, como primeira tarefa recebeu a incumbência de fazer abdominal.

“Não podia fazer esse movimento. Mas o Guto quis dar uma estrutura muscular para o abdômen para eu conseguir fiacar de pé, sem forçar a coluna. Tenho que ter uma abdômen forte. Nesta época ainda estava com o colete e andando feito um robô. Esse movimento que eu fiz, só poderia fazer com cinco meses de cirurgia, e eu fiz com 20 dias. Ele ficou tão feliz que filmou. Já comecei a andar mais, e agora já estou podendo fazer mais coisas. Estou bem feliz”, diz ela, que já voltou a trabalhar em seu programa de emagrecimento.
Anderson Silva e Guro Demeski (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)Guto Demeski com Spider: ele agora trata Mayra

Ela também já voltou a trabalhar
“Fiquei com medo de sofrer uma queda nas vendas porque sou a cara do programa, e não estava podendo me dedicar tanto. Mas meus coachs deram conta, e agora que eu voltei, só tenho vaga para atender daqui a três meses. Melhor não poderia estar”, comemora ela.

Mayra Cardi se submeteu a uma cirurgia de hérnia de disco no começo de outubro. Segundo ela, a lesão foi causada por causa do uso de salto alto, e vinha sendo tratada já há um tempo. Este ano, el voltou a ter crise com dores intensas e chegou a ser internada três vezes antes de operar e encarar 40 dias de convalescência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *